fbpx

Aprenda como fazer a manutenção de sites em 19 passos

Quer saber como fazer manutenção de sites? Descubra, nesse artigo, 19 passos que irão te ajudar a entender como funciona a manutenção e o que é preciso ficar atento nesse momento.

Para que seu site não fique obsoleto e esteja sempre seguro, entenda todos os processos de manutenção e pontos fundamentais para que seu site seja um sucesso.

 

Conteúdo:

 

Por que fazer a manutenção de sites?

Basicamente porque seu site precisa acompanhar a evolução digital. Pense que seu site se comunica com diversos outros sistemas, se ele não for atualizado com frequência, não conseguirá crescer.

Além disso, é importante fazer a manutenção não somente o sistema operacional do servidor que estiver hospedado, mas também estar sempre  atualizando a plataforma, os plugins, entre outros.

A manutenção também é importante para testar a usabilidade do seu site, acompanhar as tendências do mercado o que os seus clientes estão procurando, assim, é possível aumentar a conversão de clientes.

 

Como fazer manutenção de sites?

Fazer a manutenção de um site é menos trabalhoso do que desenvolver um site, isso é um fato. Porém, é preciso ter sistema de gerenciamento seguro para fazer isso, como o WordPress, por exemplo.

Além disso, se não tiver algum conhecimento de programação poderá encontrar um pouco de dificuldades. O mais indicado é contratar um empresa que irá realizar esse serviço para você.

Mas, se tiver tempo disponível e quer entender os processos para a manutenção do seu site, confira a explicação em 19 passos.

 

1. Como desativar o site para fazer manutenção?

Se irá fazer uma manutenção aprofundada em seu site, é importante que você coloque uma mensagem para que os visitantes que entrarem no seu site não fiquem frustrados pelo site estar fora do ar.

Vá nas configurações da plataforma que está usando e procure por seções que irão desativar seu site momentaneamente. No WOrdPress, por exemplo, você precisa ativar o plugin WP Maintenance Mode.

 

2. Faça o backup do site

Fazer o backup do site é algo que não pode deixar de fazer na hora da manutenção. Esse é um passo muito importante para a segurança do seu site.

Mas, o que seria fazer backup? Essa prática vai manter em segurança as fotos, textos e dados do seu site. O backup irá fazer uma cópia de todas essas informações, assim você se previne de possíveis problemas.

 

3. Reforce a segurança do site e do seu computador

Dar atenção para a segurança do seu site é um dos passos mais importantes da manutenção.

Verifique se o servidor onde seu site está hospedado é seguro. A atualização do sistema e da plataforma para versões mais recentes oferece mais segurança para seu site.

Dica: automatize as atividades de manutenção preventiva relacionadas a software sempre que possível.

 

4. Atualize suas senhas (Senhas complexas)

Um fator a ser levado em conta na hora de garantir a segurança é que de nada adiantará investir pesado na segurança do seu site, se não atualizar com frequência as suas senhas.

Dica: invista em um antivírus de qualidade e escolha senhas complexas, pois uma senha fraca pode colocar todas as estratégias de segurança em risco.

 

5. Considere instalar um firewall

Firewall é uma palavra em inglês, que em tradução livre, significa “parede de fogo”. Esse nome é bem sugestivo, já que a função do firewall é proteger o sistema contra ameaças vindas de outras rede.

Por esse motivo, considere instalar um firewall. Ele irá elevar sua segurança, agindo como uma barreira contra invasores, como hackers, por exemplo.

 

6. Reforce a segurança dos diretórios administrativos

Os diretórios administrativos de seu site também merecem atenção na hora da segurança. Uma forma para proteger o administrador e as áreas de login do seu site é instalar plug-ins que limitam o número de tentativas de login, além de instalar um firewall.

 

 7. Faça uma análise do serviço de hospedagem

A escolha de uma boa hospedagem irá garantir um bom desempenho de seu site. Por isso, nesse momento verifique, principalmente, se seu servidor oferece segurança, boa velocidade e tempo de disponibilidade.

Geralmente, empresas grandes oferecem serviços de hospedagem com recursos mais avançados.

 

8. Verifique a velocidade do site (Monitoramento de desempenho)

Quando mais rápido for seu site, melhor a experiência do usuário nele. Além disso, uma boa velocidade ajuda no ranqueamento de pesquisa nos buscadores.

A dica é usar ferramentas como  GTMetrix ou o Google Pagespeed Insights para verificar o desempenho do seu site. Faça verificações periódicas para acompanhar se o desempenho esteja sempre favorável.

 

9. Limpe o cache

Limpar o cache melhora a performance do seu website. É uma prática para evitar, por exemplo, travamentos constantes. Limpe também o cache de seu servidor interno ou diretamente no DNS de seu computador.

 

10. Verifique o relatório de erros do site

Sempre que possível verifique o relatório de erros onde estarão listados problemas que passaram despercebido. Neste relatório, é possível ter acesso a dados que estão deixando seu site mais lento e fazendo com  que ele não funcione corretamente.

 

11. Identifique e corrija os links quebrados

A verificação de links é muito importante para um bom desempenho do seu site e, principalmente, experiência do usuário. Sabe quando você clica em um link e aparece a mensagem “Erro 404”? Para evitar situações como essa, faça a verificação dos links.

Uma dica é usar o Google Search Console para checar os links. Essa ferramenta irá fazer uma espécie de auditoria no seu site, indicando links quebrados para que você corrija.

 

 12. Verifique as páginas desatualizadas e faça a otimização

Faça uma verificação das páginas do seu site, identificando quais estão com conteúdo desatualizado e também otimizando as que precisam.

Atualize os conteúdos que precisam atualizados e confira itens como os títulos das páginas, CTA, design. Para fazer essa verificação, você pode usar ferramentas como o Experimentos de Conteúdo do Google Analytics.

Lembre-se que a otimização é importante para que seu site impulsione o crescimento do seu negócio.

 

13. Realize a otimização para mecanismos de busca SEO

Se quer que seu site tenha um bom ranqueamento e apareça nas primeiras páginas do Google é de suma importância que o seu conteúdo esteja otimizado para SEO.

E, como essa é uma área do Marketing que está sempre em constante mudança, é preciso atualizar a otimização sempre que houver necessidade. Uma dica é manter atualizado seu sitemap XML.

 

14. Atualize as informações e conteúdo

Conteúdo desatualizado passa falta de credibilidade para seu site. Sempre atualize conteúdos antigos e verifique se as informações passadas ainda condizem com a realidade atual da sua empresa.

 

15. Limpe os posts em rascunho e a lixeira

Conforme você vai inserindo conteúdo no seu site, com o passar do tempo, é comum acontecer de posts acumulados no rascunho e lixeira. Além de comentários de usuários que foram enviados para a lixeira. 

Se não limpar esses “resíduos” pode acabar atrapalhando o desempenho do seu site, deixando-o mais lento. 

Para um melhor  funcionamento, verifique os rascunhos e lixeira com frequência e remova os posts e arquivos.

 

16. Faça revisão e testes dos formulários

Os formulários e inscrições são grandes aliados na hora de capturar lead, por isso, eles precisam ser verificados regularmente. Confira se todos os itens estão funcionando normalmente e faça testes para verificar a usabilidade e experiência de seus usuários.

 

17. Faça uma varredura do banco de dados

Faça uma verificação do banco de dados do seu site. Se ele estiver lotado, faça uma varredura. Se estiver usando o WordPress como plataforma para seu site, a dica é usar o plugin WP-Optimize para otimizar seu banco de dados.

 

18. Verifique se o site é responsivo

Se já procurou se informar sobre um bom funcionamento do site, deve ter notado que é importante que seu site seja responsivo. Isso significa que o usuário vai conseguir acessá-lo em diferentes telas.

Para verificar se seu site está sendo bem executado em qualquer dispositivo, faça você mesmo um teste, abrindo seu site no seu celular, por exemplo.

 

19. Mantenha temas e plugins atualizados

Com o avanço da tecnologia, os plugin e extensões para sites também sofrem constantes atualizações. Certifique-se de que está utilizando plugins atualizados em seu site. 

O WordPress, por exemplo, de tempos em tempos sofre atualizações, verifique se está utilizando a última versão. Caso contrário, seu site pode ter um mau funcionamento, cair no ranqueamento do Google, entre outros fatores.

Para não correr esse risco, mantenha sua plataforma, plugins e temas sempre atualizados. Isso pode levar apenas alguns minutos.

 

Protocolos comuns de manutenção de rotina

Além da verificação periódica dos itens acima para uma boa manutenção do seu site, é importante manter-se informado sobre os métodos de manutenção. Além disso, siga os protocolos para que seu site tenha um bom desempenho.

 

Manutenção do site semanal

Você não precisa seguir os 19 passos descritos acima toda semana, mas há algumas etapas que é importante fazer semanalmente para uma boa manutenção do seu site, que são conferir os backups, links quebrados e páginas e atualização do conteúdo.

 

Manutenção de site mensais e trimestrais

Mensalmente ou a cada 3 meses verifique o carregamento das páginas e se for preciso, otimize-as caso esteja lento.

Outro ponto que é importante observar é conferir se seu site está sendo bem executado nos principais navegadores. Assim, você previne e localiza equívocos de exibição.

 

Manutenção do site anual

Todos os anos é muito importante fazer um balanço do seu site, analisando se as estratégias de marketing adotadas estão dando resultados e atualizando também as estratégias para que seu site não pare de crescer. 

Verifique como está o design do seu site, design desatualizado não é bom para a credibilidade e imagem do seu negócio.

Outro fator importante é revisar os gráficos, fontes e todos os aspectos da aparência do seu site. Mantê-los atualizados é ideal para uma boa consistência do seu negócio.

 

Manutenção de site em diferentes plataformas

Apesar dos exemplos citados aqui no textos tenham sido com base na plataforma do WordPress, nem sempre seu site está sendo executado por ela.

Quer saber como fazer a manutenção em diferentes plataformas? Confira algumas dicas e aspectos a serem levados em conta nas principais plataformas de criação e gerenciamento de conteúdo.

 

Como fazer manutenção em site Webnode?

Na verdade a manutenção do seu site Webnode deve seguir os passos acima. É importante conferir se a plataforma está atualizada e se os plugins precisam ser trocados ou atualizados.

 

Como fazer manutenção no site da Wix?

Se irá fazer a manutenção mais aprofundada no seu site da Wix é importante colocar um aviso para os visitantes que entrarem ali não se sintam frustrados com mensagens de erro.

Vá em configurações > Status da publicação > Despublicar. Surgirá uma janela de confirmação. Depois, é só clicar em “despublicar” para retirar o site do ar.

 

Como fazer manutenção no meu site WordPress?

Para fazer a manutenção do seu site WordPress seguindo os 19 passos, é importante informar para seu visitante que seu site está passando por uma checagem.

O WordPress possui uma ferramenta que permite ativar o modo manutenção. Isso significa que o WordPress irá mandar uma mensagem aos visitantes do seu site avisando que ele está em manutenção. Para isso, vá em configurações > manutenção e ativar o plugins WP Maintenance Mode. 

 

Empresas que fazem manutenção de sites

A depender do tamanho da sua empresa e de como o seu site foi desenvolvido, fazer a manutenção por conta própria pode ser bastante desafiador. E, se não tiver conhecimentos de programação, é possível que tenha falhas na manutenção.

Para não correr esse risco e deixar seu site sempre atualizado, a dica é contratar uma empresa para fazer isso para você. 

Entre em contato conosco para iniciar a manutenção do seu site agora mesmo!

 

Como mudar de empresa que faz a manutenção de site?

Se contratou uma empresa para criar o seu site, mas tem planos de mudar de agência, pode surgir a dúvida de como esse processo acarretará nas informações e dados do seu negócio. A primeira coisa a se fazer é a alteração do contrato social.

Além disso, para não perder arquivos e informações nesse processo, uma alternativa seria passar uma cópia da versão usada pela empresa para o novo fornecedor ou para o cliente.

 

É difícil fazer a manutenção do próprio site?

De modo geral, a manutenção do seu site pode ser algo bem trabalhoso. Isso sem falar que é preciso estar atualizado de acordo com as mudanças tecnológicas do mercado. 

Por isso, se você deseja fazer a atualização do seu site por conta própria tenha em mente que será preciso muita dedicação e tempo para se atualizar e entender alguns processos de programação e desenvolvimento.

Se seu site tiver sido desenvolvido de maneira mais complexo ou se o seu negócio for grande, será praticamente impossível fazer a manutenção do seu site por conta própria.

O mais indicado é contratar uma empresa para fazer uma manutenção de qualidade no seu site.

 

Quanto custa a manutenção de sites?

Isso irá depender muito do tamanho do seu projeto e da quantidade de profissionais que serão preciso para isso.

Para ter ideia do quanto irá te custar, um serviço de manutenção de sites pode custar de R$ 75,00 a R$ 350,00, a depender da quantidade de horas que será gasta esse processo. 

Também é possível contratar planos de manutenção mensal no site. O preço irá variar de acordo com o seu projeto e horas gastas.

 

– – – – – – – – – – – 

Diz aí o que achou deste artigo… Se possível, compartilhe com seus amigos ou liste novas sugestões para gente. Amamos a tecnologia também! 

Siga-nos nas redes sociais. 😉

Leave a Reply