fbpx

Entenda como utilizar o conceito Headless no seu projeto e quais os benefícios

As constantes atualizações nas plataformas de gerenciadores de conteúdo permitem que novas tecnologias sejam criadas, a fim de facilitar a gestão do seu projeto. 

Uma das tecnologias mais modernas se chama Headless (sem cabeça, na tradução livre), quando o frontend é separado do backend. 

Dessa maneira, o conteúdo é produzido e gerenciado em um CMS e pode ser publicado em qualquer outra plataforma. O backend do projeto pode estar no WordPress, por exemplo, enquanto isso, o frontend pode ser um aplicativo.

O app irá consumir as informações do gerenciador de conteúdo. Eles não serão interligados. 

Quer deixar deixar o seu negócio mais moderno? Vem com a gente e mostramos o caminho!  

 

Conteúdo:

 

Quais são as vantagens do desenvolvimento Headless?

Sabia que um site desenvolvido em WordPress Headless tem uma melhor performance do que sites desenvolvidos em projetos convencionais?

O usuário que navega em um site com boa velocidade e que se sinta seguro para realizar ações, por exemplo, é um usuário que tende a permanecer na página.

Ou seja, maior a chance dele efetuar conversões. Por isso, investir no headless pode ser uma boa solução para seu negócio.

Para resumir, conheça as vantagens oferecidas por essa nova tecnologia no mercado. Faça uma análise e veja como elas podem ajudar no seu projeto.

 

  • Segurança

A principal vantagem do headless está na questão de segurança, pois o usuário tem acesso apenas ao frontend, a parte visual do site. Qualquer coisa que ele faça na página, como apertar um botão, o comando será feito por uma aplicação. Todos os dados e informações do site estão protegidos no gerenciador de conteúdo.  

Como todas as informações ficam completamente fechadas no gerenciador de conteúdo, também fica muito mais difícil para hackers roubarem dados do site. 

 

  • Performance 

De acordo com análises feitas por Leandro Vieira no site Digitalks, os projetos que utilizaram a estratégia headless desde 2018 apresentaram uma melhora na performance. Acima de tudo, apresentaram um melhor desempenho no carregamento das páginas e uma redução no uso de servidores. Isso significa menos custos para o projeto.

Sendo assim, usuário passa a ter uma experiência melhor quando entra em contato com o projeto e o algoritmo do Google passa a te enxergar com bons olhos.  

 

  • Escalabilidade

Além do quesito de segurança, headless também faz com que o projeto seja escalável. O que isso significa? Em outras palavras, significa que é possível fazer uma expansão com mais facilidade. Como o backend é independente, é possível criar vários “fronts” para consumir o conteúdo do gerenciador de conteúdo. 

Caso tenha um site e queira expandir para um aplicativo, não será necessário criar um novo backend. Portanto, invista no visual do aplicativo e aproveite todas as informações que já está criado no gerenciador de conteúdo.  

 

  • Construção e Manutenção 

Com o backend e o frontend independentes, a manutenção e a construção acontece de forma diferente em comparação a outros sites. Caso precise fazer alterações no front, não será necessário parar o back. O contrário também acontece. De modo geral, não há a necessidade de parar tudo para fazer alguma manutenção no site.   

 

WordPress Headless: Como o WordPress aplica o conceito “API First”?

Em um projeto Headless, as APIs serão de extrema importância. Elas serão as responsáveis pela comunicação entre o frontend e o backend

Quando um usuário estiver navegando pelo site, por exemplo, e ele apertar um botão, o comando para mudar a página irá direto para o backend. No entanto, em um projeto headless, esse comando não é feito de forma direta, já que os dois são independentes. É aí que as aplicações entram no jogo. Elas farão essa mediação.  

O WordPress, desde a versão 4.7, incorporou ao core o WP Rest API. Para quem for montar o backend, deverá fazer as aplicações baseadas nesse conceito.

 

Como um Headless CMS pode ajudar na experiência do cliente?

Um projeto que utiliza do headless também está pensando na experiência do usuário. Dessa maneira, se bem aplicada essa estratégia em um site, o mesmo passa a performar mais rapidamente e fica mais independente do servidor. 

Isso significa um carregamento mais veloz, potencializando a interação com o seu site. 

Desse modo, com o usuário tendo uma boa experiência, a taxa de rejeição do site ficará baixa e ele passará a fidelizar com a sua marca.

 

Aplicações do WordPress em Headless

O papel do WordPress dentro dessa estratégia será bem diferente da forma tradicional. Ele será utilizado apenas para a gestão de conteúdo. Quando for necessário publicar ou editar algum texto, imagem ou vídeo no site, por exemplo, o WP entra em ação. Mas apenas para isso. 

O tema, assim como toda a parte visual do site, não estará ligada ao WordPress. O usuário não terá contato algum com o CMS durante a experiência. 

Além disso, painel do WordPress será estruturado apenas para receber informações e gerir o conteúdo do projeto.

 

Cases de desenvolvimento Headless com WordPress

Para ficar mais claro como funciona um projeto WordPress utilizando o headless, veja a seguir um case desenvolvido pela equipe da Studio Visual. 

O projeto apresentado será o da Serasa Experian, empresa que oferece soluções para o seu negócio, como autenticação e certificação digital. 

A gestão de conteúdo do site é feita pelo WordPress. Isso significa que qualquer post que deva ser adicionado ou editado será feito no CMS. Porém, a parte visual do Serasa Experian é feita em Angular (framework javascript). 

Verifique todas as mudanças que foram feitas no site e a tecnologia utilizada nesse projeto. 

 

Como a Studio Visual pode ajudar a desenvolver o seu projeto?

Está querendo aplicar outra estratégia em seu site para alcançar novos objetivos? Pode ter certeza que a Studio Visual pode te ajudar.

Se quiser utilizar o headless no seu projeto, mostraremos como isso será feito e todos os impactos que essa ação vai proporcionar. Vamos conversar?

Contamos com uma equipe especializada em WordPress e temos como objetivo atender à necessidade de diversas empresas: desenvolver ideias e torná-las reais com foco em resultados.

 

– – – – – – – – – – – 

Diz aí o que achou deste artigo… Se possível, compartilhe com seus amigos ou liste novas sugestões para a gente. Amamos a tecnologia também! 

Siga-nos nas redes sociais. 😉 

Leave a Reply